Pular para o conteúdo
Início » Mulheres que mais faturam nos eSports

Mulheres que mais faturam nos eSports

Mulheres que mais faturam nos eSports

O mundo dos eSports ganha emoção e competitividade e as mulheres são cada vez mais as protagonistas em games como Freefire, CG:GO ou League of Legends.

Índice

A modalidade registra um sucesso crescente e seu impacto é imenso. Por exemplo, os eSports são já a terceira modalidade mais apostada no Brasil, apenas atrás do futebol e do basquete.

Em razão disso, as apostas em esportes eletrônicos são analisadas detalhadamente por sites especializados em apostas. E várias casas de apostas vão ganhando usuários com esse foco nos eSports.

Quando se fala de esportes eletrônicos a primeira imagem geralmente é um homem jogando computador. Mas a realidade é bem diferente.

As mulheres são também protagonistas dos eSports, em diferentes videojogos e nas mais diversas plataformas.

Conheça agora 6 mulheres que estão faturando muito mais que os homens nessa competitiva indústria dos esportes eletrônicos.

Publicidade

Li ‘Liooon’ Xiaomeng

A chinesa Li Xiaomeng é famosa por sua alcunha ‘Liooon’, pois foi com esse nome que vem fazendo história nos eSports. Ela foi a primeira mulher a vencer o torneio Hearthstone Global. Só com esse título da BlizzCon Global Championship ela faturou o prêmio de US$ 200.000.

Mas tem mais: até essa vitória da ‘Liooon’, em 2019, nenhum jogador homem da China havia ganho o Hearthstone Global.

Ricki Ortiz

A estadunidense Ricki Ortiz, também conhecida por HelloKittyRicki, é das jogadores mais reputadas dos circuitos profissionais dos eSports de luta.

E essa mulher é um verdadeiro símbolo de luta, pois nasceu com o gênero masculino. Ela se assumiu transgênero em 2009 e sofreu depressão, mas recuperou e voltou a seu lugar no topo da hierarquia dos esportes eletrônicos.

Cherrygumms

Falando de mulheres nos eSports temos obrigatoriamente que referir Nicolle Merhy. Mas ela é famosa por sua alcunha, Cherrygumms.

Durante muitos anos, essa brasileira foi a única mulher competindo nos principais torneios de Rainbow Six na América Latina. E tem brigado forte pelo reconhecimento dos eSports no Brasil.

Mystik

A norte-americana Katherine Gunn também é lenda na indústria dos esportes eletrônicos, onde adota o nome Mystik.

Durante muito tempo, Kat Gunn foi mesmo a detentora do título de ‘atleta feminina mais bem paga’, conseguindo boas atuações em vários jogos.

O principal destaque de Mystik é a vitória no WCG Ultimate Gamer Season 2, torneio onde faturou o prêmio de US$ 100.000. 

Scarlett

Não tem mulher faturando mais nos eSports que Sasha Hostyn. Ela é o principal nome feminino dos esportes eletrônicos, com sua alcunha Scarlett. Sua especialidade é o StarCraft, jogo de estratégia em tempo real onde Scarlett já faturou mais de US$ 300.000.

Teca

Fechamos nossos destaques com outra brasileira sendo protagonista nos eSports, mais propriamente em torneios de FIFA: Stephanie Teca Luana.

Teca foi a primeira brasileira sendo jogadora profissional de FIFA, mas fez ainda melhor, pois foi também a primeira sendo campeã mundial desse jogo.

Teca é ainda a primeira mulher a chegar no topo das categorias de jogadores do FIFA 22. Na Divisão Elite só estão mesmo os melhores profissionais desse eSport.

Gostou desse post? Confira mais aqui no Frases de Maloka.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *